A Consultoria e a APCS

Temos sido confrontados bastantes vezes com uma dificuldade de entendimento mais ou menos generalizado, acerca do que é a consultoria.

Na verdade um consultor é uma pessoa que dá assistência, que aconselha, isto nos mais variados domínios, quer seja gestão, economia, engenharia, etc. Pode, de facto, fazer análises, estabelecer planos, mas no fundo, no fundo, quem tem que verdadeiramente desenvolver o trabalho de casa é o cliente, quer pelos seus próprios meios, quer por intermédio de empresas que vai contratar para o efeito. E isto não se pode confundir com consultoria, senão teriamos que o trabalho do consultor se protelava por tempo indeterminado.

Para se compreender melhor, vamos dar um exemplo de acordo com o que se passou, há alguns anos atrás, com trabalhos de consultoria levados a efeito em colaboração com a ANJE, Associação Nacional dos Jovens Empresários. Nessa altura a APCS estabeleceu um protocolo com a ANJE, em que por um lado os candidatos a jovens empresários, associados da ANJE, submetiam os seus projectos ao aconselhamento dos consultores da APCS, de uma forma geral seniores aposentados. Após uma análise de cada um dos projectos, da sua viabilidade económica e da sua inserção no mercado, os consultores da APCS apresentavam um relatório acerca da forma como encaravam, na sua optica, o prosseguimento do projecto em colaboração com os futuros candidatos a empresários. Mas eram estes que fundamentalmente eram os condutores do processo. A intervenção dos consultores da APCS servia apenas de orientação geral e era muito limitada no tempo. Normalmente desenvolvia-se em dias, no máximo numa ou duas semanas.

Também muitos são aqueles que nos perguntam como é possível que os nossos consultores seniores desenvolvam um trabalho que praticamente não tem custos para o cliente, sendo que o cliente, neste caso, pode ser uma empresa, uma organização, uma instituição ou apenas um simples cidadão com um problema para resolver, e que não tem condições para recorrer a uma entidade privada para o efeito.

Ora, em primeiro lugar, é preciso esclarecer que os associados da APCS são todos voluntários. Trata-se de umtipo especial de voluntariado, “o voluntariado de competências”. Assim, os nossos associados poem as suas compet~encias ao serviço de uma causa, causa essa que consideram justa e têm, como unica contrapartida a satisfação de estarem a contribuir para a sustentabilidade de empresas ou organizações, as quais, de outro modo não tinham recursos para poderem subsistir pois que, sem o apoio da APCS, não estavam em condições de tomarem as melhores opções tecnicas ou de gestão.

Contudo, não são só os custos reduzidos de uma acção deste tipo que são a caracteristica mis importante na relação que se estabelece entre as duas partes. Claro que, para quem não tem disponibilidade financeira os custos, que são realmente muito reduzidos, pesam normalmente na decisão. Mas os nossos clientes ao recorrerem a organizações como a APCS ficam com a garantia de duas coisas. Uma, a descrição, que é total, e em muitas situações torna-se um elemento importante.

Outra, e talvez tão importante como a anterior é a independência em relação ao mercado. As decisões tomadas pelos nossos consultores seniores são apenas alicerçadas nas suas opiniões pessoais e tecnicas, isto claro está, de acordo também com o entendimento do cliente, mas sem pressões de qualquer natureza, nem de empresas com processos especiais de operação ou outras motivações.

As análises feitas pelos nossos consultores são estritamente técnicas e para o efeito é elaborado um relatório que elucide o cliente acerca de todos os parâmetros do problema e apresenta-lhe, de uma maneira geral, duas ou três soluções, quando são possíveis, ou então, ao contrário, que não se encontra qualquer solução para o seu problema, ou mesmo, no limite, as soluções encontradas são demasiado onerosas face aos objectvos pretendidos.

Este é o nosso entendimento do que é a consultoria. Assim, um consultor não se apresenta para desempenhar um trabalho de rotina ou o cumprimento de qualquer outra actividade com caracter permanente. A sua intervenção está perfeitamente delimitada e é mesmo assim que tem que ser.

 

Anúncios
  1. A Consultoria e a APCS « apcseniores

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: