Archive for category Alternativas e crise

APCS – A NOSSA MISSÃO

Nestes tempos conturbados que atravessamos, perante o panorama económico nacional e internacional desanimador que conhecemos, conhecendo as dificuldades das empresas e instituições públicas e privadas nacionais, sabendo dos problemas que nos esperam para os anos mais próximos, ouvindo os responsáveis políticos e empresariais, podemos facilmente cair na descrença, acreditando, não sem razão, que tudo se move por interesses mesquinhos e pelo dinheiro, sem lugar para a generosidade ou por um mínimo interesse pelo bem estar do próximo.

É que perante a pretensão e desmesura de uns quantos existe a carência, muitas vezes extrema, de muitos, a maioria – indivíduos e instituições a quem se promete…mais

Anúncios

Deixe um comentário

A crise e a APCS

Um dos problemas com o qual os Portugueses se deparam nos dias de hoje é a alta taxa de desemprego verificada actualmente. Esta situação que reputamos de especialmente grave, tem estado na origem de lançamento de milhares de pessoas ainda jovens, para o desemprego. Estas pessoas apesar de ainda jovens já se encontram, no entanto, na maioria dos casos, numa faixa etária que não lhes permite, com facilidade, arranjar emprego.

Nos dias de hoje, em Portugal, aliás como no resto do mundo dito civilizado, uma pessoa com mais de quarenta e cinco ou cinquenta anos é considerado velho para trabalhar. É assim que pensam os nossos investidores e como também os postos de trabalho não abundam torna-se muito dificil, a partir de determinada idade, pensar a voltar a trabalhar por conta de outrem.

Para estas pessoas o ideal é de facto estarem…mais

Deixe um comentário

Local de trabalho: quando o cinzento é melhor que o verde

Sebastian Vallbracht, um empreendedor alemão com um recente negócio de consultadoria, passou o ano passado à procura na Europa de candidatos a empregos de consultadoria quer cientifica quer financeira. De notar que os novos licensiados não estavam incluidos nesta procura. As pessoasque aquele empreendedor pretendia deveriam ter, pelo menos, 40 anos de idade,preferncialmente 50 ou 60 anos.

Com outros três sócios, Vallbracht criou a VMVO Senior Expert Consultancy o ano passado. Acabou por encontrar 90 peritos“freelancers” para projectos especificos. A média das idades rondava os 55anos. Num continente onde a passagem à reforma se realiza muito cedo, como uma forma de libertar empregos para as gerações mais jovens, o negócio de consultadoria de Vallbracht é um exemplo de negócio que procura utilizar os seniores em vez de os afastar, sendo uma forma de os recuperar. “Os seniores precisam de flexibilidade” diz Christine Robert, o presidente da…mais

Deixe um comentário

Actividade e Consultoria Senior

A maioria das pessoas à medida que vai caminhando na idade, tem tendência a perder algumas faculdades, quer fisicas quer intelectuais, sendo seguro que o facto da passagem à reforma éuma etapa extremamente dificil para algumas pessoas e conducente muitas vezes a problemas complicados de ordem psicológica.

Todos temos conhecimento de situações deste tipo e o o facto é que acontece frequentemente mal uma pessoa se aposenta aparecerem logo uma série de maleitas, umas mais complicadas do que outras, mas que justificam que se perca algum tempo com um assunto desta natureza.

Na nossa opinião, de uma maneira geral, as pessoas devem manter sempre uma certa actividade….mais

Deixe um comentário

Um Futuro Que Mereça a Pena

A sociedade modificou-se muito nos últimos anos. Uma das principais razões para que isso tenha acontecido foi a facilidade de troca de informação que as novas tecnologias vieram permitir o que, em muitos casos, alterou radicalmente a forma de avaliar e resolver os problemas…..mais

Deixe um comentário