APCS – A NOSSA MISSÃO

Nestes tempos conturbados que atravessamos, perante o panorama económico nacional e internacional desanimador que conhecemos, conhecendo as dificuldades das empresas e instituições públicas e privadas nacionais, sabendo dos problemas que nos esperam para os anos mais próximos, ouvindo os responsáveis políticos e empresariais, podemos facilmente cair na descrença, acreditando, não sem razão, que tudo se move por interesses mesquinhos e pelo dinheiro, sem lugar para a generosidade ou por um mínimo interesse pelo bem estar do próximo.

É que perante a pretensão e desmesura de uns quantos existe a carência, muitas vezes extrema, de muitos, a maioria – indivíduos e instituições a quem se promete e não se dá.

Há no entanto quem persista em não aceitar este estado de coisas e aja para tentar esbater os desequilíbrios. Organizações não governamentais para o desenvolvimento, como a APCS contribuem para amenizar um pouco as dificuldades de quem precisa de auxílio.

Existimos desde 1988 e realizámos desde então imensas missões em Portugal e em vários países da Europa Central e Oriental, integrados em missões de apoio da União Europeia – Federação Russa, Usbequistão, Mongólia, Casaquistão, Karélia, Moldávia.

Temos de momento cerca de oitenta associados, gente com um passado de trabalho e experiência, muitas vezes em posições de grande responsabilidade, em empresas e instituições. São pessoas que se recusam a permanecer inativos, já que na sua maioria estão reformados e preferem contribuir com os seus conhecimentos para a melhoria do funcionamento de organizações comerciais e industriais, organismos do poder central ou local, instituições de solidariedade social.

As áreas de atividade dos nossos consultores são a Engenharia, em diversos ramos, Economia, Finanças, Contabilidade, Direito, Arquitectura, Gestão e Biologia, entre muitos outros.

Os nossos colaboradores não recebem remuneração, limitando-se a ser reembolsados das despesas que efetuam para desempenhar as suas missões – deslocações para o local e no próprio local, alojamento e alimentação, gastos ligados ao trabalho desenvolvido, seguros e ajudas de custo. Há também a considerar despesas administrativas da própria APCS.

Por norma, as intervenções dos nossos técnicos são pontuais, de curta duração e dirigem-se a entidades com falta de recursos para recorrer a empresas comerciais de consultoria, com as quais a APCS nunca entra em concorrência. Peça-nos auxilio e responderemos.

A APCS terá o maior prazer em responder ao seu pedido de auxílio.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: